Stockpickers #52

Thiago Salomão e Renato Santiago conversaram com Fernando Ferreira (XP) e Felipe Hirai (Dahlia) sobre o motivo de os gringos não quererem entrar no Brasil

Preocupações do gringo – Ferreira

Ferreira citou 3 pontos de preocupação dos gringos

Crise saúde

Gringo observa a crise de saúde e não consegue ter claridade nas medidas adotadas pelo governo. Hirai rebate dizendo que cada semana que passa o pico no Brasil não chega

Crise econômica

Como que a conta será paga? O que será estrutural e o que será pontual? Hirai lembra que, embora a situação esteja ruim, estamos melhor por termos juros baixos

Crise política

Gringos estão muito preocupados com um possível impeachment e saídas de outros ministros. Hirai lembra que em todos países há problemas políticos, inclusive em breve nos EUA teremos eleições conturbadas

ESG

Ferreira comentou que ESG não é o último filtro, sim o primeiro filtro a ser usado em investimento. E casos como queimadas na Amazônia e Brumadinho machucaram a imagem do Brasil lá fora

Preocupações do gringo – Hirai

Hirai listou 4 pontos para gringo não querer investir no Brasil

Irrelevância Brasil

Em 2008 Brasil representava 3% do Market cap global, hoje representa 0.8%. Tirando bancos e commodities, é apenas 0.3%. É tão desprezível que não vale a pena ser estudado

Juros

Brasil deixou de ser o país da renda fixa

Crescimento

Brasil não entrega crescimento há muito tempo

Preço em USD

Brasil não estava barato, agora está. Hirai não usa dólar, usa parceiros comerciais do Brasil e ratio IBOV/quantidade dinheiro no Brasil

Principais reformas do Brasil

Segundo Hirai as reformas mais importantes que Brasil fez foi desvalorização do câmbio e queda de juro

Temática

Nos últimos anos, por causa dos juros muito baixos, todo mundo procurou empresas que entregavam crescimento. Growth acabou outperformando empresas de value

E Brasil possui poucas empresas de growth, sendo novamente desprezado pelo investidor gringo. Quando gringo vem, ele escolhe empresas muito boas e as empresas caras ficam ainda mais caras

Brasil versus peers

No começo de 2020, havia uma expectativa alta para o Brasil e uma expectativa baixa para México. Um investidor passou a investir no México por causa desse excesso de pessimismo.

Ferreira, por outro lado, entende que expectativas já estão muito baixas para o Brasil e agora há uma oportunidade

Macro

Teremos muitos estímulos no mundo, com destaque para China, o que pode ajudar empresas de value a outperformarem growth

Esperança para renda variável

Há 7 trilhões de reais na renda fixa no Brasil, ao menos uma parte deveria migrar para a renda variável. Então, não precisamos esperar o gringo chegar. A galera da renda fixa pode trazer capital novo para a bolsa.

Hirai afirmou que primeira vez em muito tempo, o dividend yield da bolsa é maior que o CDI.

O correto seria comparar com a NTNB (div yield e NTNB são ambos retornos reais), não com o CDI. Mas em termos de marketing só da certo com o CDI

Clique aqui para ler sobre o Stockpickers #51

4 comentários em “Stockpickers #52”

  1. Eu queria muito saber o que o Hirai quer dizer com: “Hirai não usa dólar, usa parceiros comerciais do Brasil e ratio IBOV/quantidade dinheiro no Brasil” Parceiros comerciais e ratio IBOV??

    1. Muita fala que Ibovespa está barato e fala que basta observar o índice Ibovespa dividido pelo dólar. O que o Hirai faz é ajustar essa divisão: ao invés de usar o Ibovespa no numerador, ele usa Ibovespa dividido pela quantidade de dinheiro no Brasil. Olhando o denominador, ele não usa o dólar americano. Ele usa uma cesta de moedas de países que são parceiros comerciais do Brasil. Todo mundo usa IBOV/USD. Hirai usa (IBOV/dinheiro no Brasil)/várias moedas

      1. É, esse gráfico foi postado no Insta do Stockpickers e perguntei para a Dhalia essa questão. Eles me responderam: “Olhamos o Ibovespa através do valor de mercado brasileiro dividido pela quantidade de dinheiro no país (quanto que está alocado em bolsa, uma vez que a liquidez do sistema é um dos fatores que explica o movimento das bolsas) . A parte da moeda eles falam também que é uma paridade do real contra uma “cesta de moedas”, não apenas o dólar.
        Mas caramba, essa conta foi longe heim…
        “Cesta de moedas” pode ser muita coisa

Deixe uma resposta para Anônimo123 Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.